20 setembro 2006

Declaração inicial

Perante tamanha grandiosidade e sapiência intelectual dos escribas a que me juntei, não é fácil cumprir esta minha tarefa de pensar e escrever mais alto, analisar o quotidiano ou mesmo perspectivar soluções para o futuro.
No entanto, gostaria de fazer nestas breves linhas a minha declaração de intenções editoriais. Entendo que este desafio é um enorme estímulo e as bases que me fizeram aceitar o convite para colaborar neste forum e com esta equipa de comentadores residentes, residem na convicção em que o livre pensamento e o debate democrático constituem não só a essência da nossa sociedade, mas todavia os pilares de uma civilização crítica, tolerante e activa.
Nada deve obstar a liberdade de expressão, a diversidade de opiniões, a postura criativa.
A cegueira do intelecto, a cultura da ignorância, a escravidão mental, a difusão do obscurantismo, a moda dos lugares comuns e das fáceis banalidades, são por isso adversários permanentes.
Tudo deve ser discutido, mas toda a discussão deve ter consequências.
Vamos a isso!

2 comentários:

marcela castro disse...

Ciudanano Kane, en algunas oportunidades, como dijo Voltarie "estare en desacuerdo con lo que digas, pero defendere hasta la muerte tu derecho a decirlo." Espero que, como dijo Salvor Hardin, primer alcalde de la Fundacion "Nunca dejes que la moral te impida dejar de hacer lo que está bien"

Recuerda que, como dijo el mismo Voltaire, "La ignorancia afirma o niega rotundamente; la ciencia duda." Porque, como dijo Mario Benedetti "Cuando creíamos que teníamos todas las respuestas, de pronto, cambiaron todas las preguntas." Y y hago muchas preguntas

PBH disse...

Sê bem vindo caro PSG!
Não sei se venceremos essa enorme responsabilidade de lutar contra o obscurantismo,a ignorância e a inacção,contudo, pelas citações da nossa mais participativa leitora, estou seguro de que batalhas verbais não te faltarão!!