10 dezembro 2006

Milton Friedman 2


«There are four ways in which you can spend money. You can spend your own money on yourself. When you do that, why then you really watch out what you’re doing, and you try to get the most for your money. Then you can spend your own money on somebody else. For example, I buy a birthday present for someone. Well, then I’m not so careful about the content of the present, but I’m very careful about the cost. Then, I can spend somebody else’s money on myself. And if I spend somebody else’s money on myself, then I’m sure going to have a good lunch! Finally, I can spend somebody else’s money on somebody else. And if I spend somebody else’s money on somebody else, I’m not concerned about how much it is, and I’m not concerned about what I get. And that’s government. And that’s close to 40% of our national income. »
Digam-me lá se este homem não era um senhor!

4 comentários:

RMG disse...

DRS, parabéns pela citação! Brilhante...

PBH disse...

Interessante de facto.
Gastar com racionalidade e bom senso, eis uma questão que parece simples.
O contrário significa desgovernação.
Infelizmente, acontece bastas vezes!
São comuns as práticas de se gastar aquilo que não é nosso, como se de algo nosso se tratasse.
A ilusão do poder está em pensar nosso, aquilo que de facto não o é.

marcela castro disse...

aja :/

Anónimo disse...

Oh meu querido PBH... o menino nºao está a sugerir nada... pois não!?!?!? Levante o menino a menor suspeita e a tia ressuscita a PIDE elança-os todos atrás do menino e manda-o para Alcatraz!
Olhe que levantar falsos testemunhos é como lascar as Pedras do Tio Moisés... vai direitinho para o fogo! O menino sabe lindamente que a tia já saldou todas as contas que a Rosári da tia... sim... porque a tia nem sabia... fez lá na mercearia do Sr. João!