07 novembro 2006

OE 2007: a cereja em cima do bolo...

Défice público: Bruxelas duvida dos objectivos do Governo


A Comissão Europeia acredita que Portugal vai conseguir cumprir a meta do défice orçamental no corrente ano (4,6% do PIB), mas antecipa que o desequilíbrio será maior do que o previsto por Lisboa em 2007 e 2008.

Nas Previsões Económicas do Outono, hoje apresentadas, a Comissão Europeia prevê um défice de 4,0% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2007 e de 3,9 em 2008, enquanto que as estimativas de Lisboa são, respectivamente, de 3,7 e 2,6%

Bruxelas afirma que as previsões já tomam em consideração as medidas correctivas implementadas recentemente, assim como a proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2007.

5 comentários:

DRS disse...

Os portugueses em geral, reconhecidos, agradecem ao Eng. Sócrates o cumprimento da meta de 4,6% para o deficit em 2006.

RMG disse...

Sim sr. cumpriram o deficit! Mas através de medidas que, segundo Sócrates então líder da oposição, não passam de truques contabilísticos, como sejam cativações de última hora sem terem em conta os compromissos assumidos ou o deslizamento de pagamentos para 2007. Os portugueses em geral, reconhecidos, relembram ao Eng. Sócrates que "pela boca morre o peixe"!

Caetana disse...

Meu querido.... a tia não está nada feliz com o menino... ai, ai, ai... será que não aprendeu nadinha com o tio Cézar da Branquíssimas e Imaculadas Neves??? o qué que interessa se o Governo diz que sim ou que não, se consegue ou não um défice de X ou de Y???!!!??? hã??? nada!!! pois tá claro! a UNIQUISSIMA coisa que realmente interessa é se o PIB da Guatemala chega para comprar as novissimas PRADAS que q tia Miuchia tem para si, ou melhor... para mim!!! isso sim é o mais importante! E falar de percentagens... o menino não tem o mínimo de vergonha???? a unica percentagem que alguma vez terá de ter noção é quanto é que o Banco do tio Constanicio lhe vai cobrar quando a ia for para a sua semana de relax em Aspen e o menino se vir a braços com as contas que a tia lhe vai proporcionar... olhe, aproveite bem a sua Math todinha para as percentagens do juros que a tia lhe vai obrigar a pagar e divirta-te... porque se o governo toma as medidas que devia... o menino ainda pagaria os gasóleos da Pires (dos mais bregas que há) de Lima (com festas girissimas)do MC à CCB! e digo-lhe ainda mais... o menino é um amor que a tia adora... mas se se continua a portar desta maneira... a tia causa um "défice" de tal ordem que nem a Marie Antoinette vendendo o que teve lhe "levanta a percentagem"!

DRS disse...

O RMG fará o favor de reconhecer que a redução para 4,6% não se consegue apenas com truques contabilísticos e com deslizamento da despesa para 2007. Não que duvide da utilização desses expedientes; mas também não duvido da consolidação da redução da despesa. Nem pode o RMG duvidar, para sermos absolutamente honestos.
Mas façamos a prova: a quanto monta o deficit, em uma perspectiva de despesa assumida (volume dos compromissos registados em 2006) e já não de fluxos de tesouraria (despesas pagas)?
De truques vamos nós precisar para pagar as contas da tia Caetana. Isso é que vai ser um deficit... Apre!

Caetana disse...

o tio DRS está quase lá... não se esqueça jamais que a tia é super crente e acredita vivamente que se fizer estoirar plafonts que atinjam mais ou menos a dívida externa angolana, só o fará perto do dia de aniversário do tio Ratz para que uma mega amnistia venha em seu auxilio e que o tio Constancio deixe a tia voltar a usar o Centurion à borlix! a tia é genial, não é??? os meninos não precisam de truques para pagar as contas da tia, precisam é de "grandes contas" para pagar "os truques" que a tia pode fazer!
beijinhos, a tia tem-no o mais possivel no heart, o menino sabe disso!