06 setembro 2007

Luciano Pavarotti














1935 - 2007

3 comentários:

marcela disse...

Pues Rigoletto debe estar feliz porque se ha muerto el malvado duque de Mantua, pero es que se me murio mi Mario, mi querido Mario. ¿Ahora quien va a cantar E lucevan? Sólo Pavarotti sabía darle ese desgarro final de quien sabe que va a morir y que ha perdido todo lo que valía la pena (aparte claro de venir a descubrir al final que amaba a Tosca el muy idiota).

Joder, ya se que se tenía que morir porque estaba muy enfermo y así descansa, pero es que se murio mi tenor favorito, mi principe Calaf, mi Pagliacci... Me siento muy triste.

André SD disse...

A Voz que se cala prematuramente. Independentemente da discussão se foi ou não o melhor tenor do séc. XX (certamente está entre os melhores)é um dos meus cantores favoritos. Recordo-me de ter 15 anos de idade e de me oferecerem um cheque disco. Que fui comprar com essa gentil oferta? Um disco (ainda em vinil... imaginem... i'm getting old...)de Luciano Pavarotti. O ano passado pensei que pudesse finalmente assistir a um concerto de Pavarotti, ao vivo em Lisboa no Pavilhão Atlântico. No âmbito da Fairwell Tour...A despedida... artística. Comprei bilhete. Foi adiado e depois cancelado. A doença queria tomar conta do supremo portador da voz de Modena. E acabou por tomar... infelizmente assim foi. A voz límpida, clara e arrebatadora, que conseguiu juntar 500 000 mil espectadores no Central Park (NYC) e que se fez ouvir pela última vez no início de 2006 em Turim calou-se. Não para todo o sempre, pois ficam as gravações e as recordações.

RM disse...

Sem dúvida, uma perda inestimável!

Que morna tem andado a Gazeta...