26 outubro 2008

Sem vergonha no rosto


Sócrates em entrevista recente disse que Manuela Ferreira Leite e Paulo Portas são rostos do passado associados a anteriores governos que fracassaram... Não foi precisamente Sócrates que pertenceu a um governo passado liderado (ou nem por isso) por Guterres e que não se pode dizer que tenha tido propriamente grandes sucessos, ainda para mais em "tempo de vacas gordas"!? É preciso não ter vergonha na cara, ou no rosto como preferirem. Isto já sem falar da subjectividade dos conceitos de sucesso ou fracasso políticos. Mas é inquestionável o pântano criado e que alegadamente Guterres com a sua demissão ainda julgava evitar. Logo pântano não me parece algo associável a sucesso, estou certo ou estou errado? E Sócrates estava nesse barco que estagnou, certo? Não é que não tem mesmo vergonha nenhuma!

1 comentário:

jose francisco disse...

Continua a não ter vergonha nenhuma na cara, mente com todos os dentes que tem na boca este 1º.